sábado, 1 de setembro de 2012

Dia 13



- Uma carta para alguém que te feriu recentemente (foto à escolha)
176. Curled up and hiding | Flickr - Photo Sharing!
Tenho a certeza de que quando leres isto vais aperceber-te que é para ti, mas se não perceberes, és mais burro do que eu pensava. Não me interpretes mal, não estou a dizer que com “aquilo” estragas-te a nossa amizade. Antes pelo contrário. Afastamo-nos. Eu sei. Não estou a implorar. Estou apenas a informar que ainda tenho o mesmo sentimento por ti. Gosto muito de ti. Antes eramos como irmãos. Eras...
um dos meus melhores amigos. Agora é diferente, cresci, posso não ter crescido muito fisicamente. Mas mentalmente continuo a ser aquela miuda maluca, estupida às vezes, infantil de vez em quando, que faz rir os outros de propósito e sem querer. Mas os meus gostos mudaram, algumas coisas mudaram, podes não saber isso porque simplesmente abandonaste-me. Afastaste-te de mim. Pouco ou nada me falas e quando falas, falas sobre o que andas a fazer com as outras. Não quero saber. Não fico com ciumes se é esse o objetivo. Queria que continuassemos irmãos, como dantes, mas não falas comigo. Se quiseres, aproxima-te. Estou aqui para ti. Mas se estiveres feliz assim, ok. Irmão.

Sem comentários:

Enviar um comentário