quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Texto #4 É por isso que não desisto de ti


Pinterest / RESULTADOS DE PESQUISA parágrafo rendição
 
Não gosto quando comparas pessoas.
Não gosto quando dizes que não tenho razão e não dás argumentos a teu favor.

Não gosto quando mudas de personalidade repentinamente e não me dás explicações.
Não gosto quando falas comigo sobre as tuas antigas, presentes e futuras paixões.

Não gosto quando dás todos os elogios do mundo a todo e qualquer tipo de rapariga.

Não gosto do teu jeito de mulherengo e engatatão.
Não gosto dos teus vícios.

Não gosto do teu estilo musical.
Não gosto quando me evitas e tentas fugir às minhas perguntas.

Não gosto quando não insistes em não saber o porquê de não estar bem.
Não gosto quando não consigo evitar chorar, mesmo ao pé de ti e tu não ligas.

Não gosto quando digo estar bem apenas para me convencer a mim mesma que não estou a ruir por dentro.
Mas gosto quando me fazes sorrir. É tão estranho ser a unica coisa que gosto em ti e é a unica que me faz esquecer as outras de que não gosto.

 Por vezes magoas, outras fazes-me feliz.
É por isso que não consigo desistir de ti.

Sem comentários:

Enviar um comentário